A decisão de reformar uma casa, apartamento ou escritório é uma forma de renovar os ambientes e torná-los mais funcionais. Além da utilidade de cada espaço, pensar na beleza e harmonia de todos os elementos que o compõem está entre os itens indispensáveis no check-list.

Quando o assunto é decoração de interiores, é necessário planejar cada ambiente de acordo com o propósito, seja para proporcionar lazer ou um ambiente profissional e dimensionando o orçamento de acordo com as necessidades e desejos para cada consumidor.

Confira algumas dicas valiosas de design de interiores para você ter um espaço confortável e bonito.

Estilo pessoal

De tempos em tempos, surgem novas tendências de decoração presentes em eventos e publicações especializadas com inúmeras sugestões de combinações de artigos de decoração, organização dos espaços e etc.

Nessa equação, o estilo pessoal é uma variável que influencia diretamente no resultado final do projeto. Ao contrário do que algumas pessoas dizem, seguir as tendências e deixar de lado a decisão de escolha sobre o que gosta ou não, não é uma boa ideia.

A dica aqui é contar com orientação profissionais como arquitetos, designers de interiores e outros especialistas disponíveis no mercado devidamente capacitados para direcionar as melhores opções estéticas e funcionais para o seu projeto.

Móveis 

Falando em funcionalidade, a mobília é um item indispensável para o equilíbrio entre funcionalidade e harmonia nos ambientes. Nesse ponto, ter consciência do que já foi adquirido, no caso de reformas, e verificar o que ainda é necessário de acordo com a dimensão do ambiente são dicas valiosas.

Vale fazer um estudo detalhado do espaço, sobre portas, janelas, quinas e áreas de circulação de ar para garantir que os móveis estejam de acordo com a disposição do espaço para que não tornem o ambiente “sufocante”. De pouco adianta um lindo armário ou guarda roupa onde a porta não abre completamente, não é mesmo?

Cores

A combinação de cores é outro ponto que desperta curiosidade e merece atenção, já que essa escolha pode exaltar a beleza ou tornar o ambiente pouco aconchegante.

Nesse ponto, escolher a tinta ou papel de parede ideal vai depender do efeito que se deseja criar. Cores primárias (azul, amarelo e vermelho) podem ser usadas em espaços pontuais para dar destaque e torná-las vibrantes. Já as cores secundárias (Laranja, Verde e Roxo) combinadas com tom sobre tom, suavizam o ambiente e podem ser aplicadas em estofados, luminárias, tapetes e almofadas, por exemplo.

Iluminação

Ponto alto da decoração, um projeto luminotécnico adequado pode influenciar na economia e garantir o conforto no ambiente.

O efeito causado pelos focos de luz de spots e luminárias, destaca objetos e criam áreas menos iluminadas. Para salas de tv e cabeceiras de cama, vale a pena contar com luminárias direcionais que facilitam o foco. Mesas de jantar combinam com luminárias pendentes ou até mesmo lustres embutidos no teto.

Climatização

Seja na decoração de casa, apartamento ou escritório, o conforto térmico é essencial. Ambientes frios ou quentes demais prejudicam o bem-estar e causam irritabilidade. Esses extremos podem ser evitados através de um projeto de climatização personalizado e apropriado para sua necessidade.

Outro ponto relevante é o impacto estético de equipamentos de climatização no ambiente. Existem soluções práticas que ajudam a minimizar essa interferência. Saiba como combinar o ar condicionado e decoração.