excesso de umidade

O excesso de umidade no ambiente residencial é um problema comum e que pode ser relacionado ao clima de determinada região, época do ano ou também a fatores internos.

O excesso de umidade em casa pode promover diversas doenças respiratórias causadas por fungos e bactérias, em alguns casos extremos pode até impactar a móveis e estrutura dos imóveis.

Apodrecimento de madeiras e acabamentos

Outro sinal de que a umidade excessiva está presente na sua casa é a deterioração de madeiras presentes em janelas, pisos, portas, rodapés e outros acabamentos. O contato com a água faz com que que a madeira fique empenada ou até mesmo apodreça.

Isso também vale para revestimentos de gesso e paredes de drywall, que podem romper e provocar acidentes domésticos. A umidade também pode estar presente atrás de cerâmicas e outros revestimentos e causar manchas e descolamento.

Condensação nas janelas

Sabe o aspecto “suado” do box após o banho? Ou de vidraças de janelas em temperaturas mais baixas? A condensação é o processo no qual a água se altera de formato gasoso (vapor) para o estado líquido pela alteração de temperatura.

Neste caso, quanto maior a presença de umidade no ambiente interno, mais recorrente será o aparecimento de gotículas em vidraças. Portanto, fique atento se essa repetição acontece na sua casa para garantir um ambiente mais ventilado.

Eletrodomésticos e eletrônicos danificados

O excesso de umidade pode prejudicar o funcionamento de eletrodomésticos e eletrônicos, sendo um dos principais agentes causadores de defeitos e curtos circuitos. Tvs, microondas, computadores e até mesmo celulares e tablets em contato com as partículas de água no ambiente podem ser danificados.

Mesmo em aparelhos mais modernos com maior proteção contra umidade, ao notar a recorrência de defeitos, é importante verificar os outros sinais onde eles geralmente ficam localizados na casa para identificar o problema.

Odor forte de mofo

O mofo é causado pelos fungos que proliferam com a umidade e geram um odor forte e irritante. Dentre os sinais, este acaba sendo o que mais causa incômodo, afinal, pode desencadear crises alérgicas e até mesmo o aparecimento de inflamações e outras doenças mais graves no sistema respiratório.

Além da umidade do clima, infiltrações e vazamentos, este problema pode ter origens na falta de ventilação e iluminação adequada da residência. Sofre com o mofo em casa? Saiba como tirar umidade da parede.