Profissional de refrigeração e ar condicionado

A primeira coisa que podemos afirmar com certeza é que o bom profissional neste ramo não tem uma característica única. Formação técnica é essencial, no entanto, muitas outras características são necessárias para conquistar o cliente. Assim preparamos 5 dicas para quem pretende se tornar um profissional de refrigeração e ar condicionado ou mesmo pretende melhorar seu atendimento e conquistar a satisfação de cada vez mais clientes, vamos lá:

1) Formação técnica

Sem isso não começamos nada, nem mesmo a ganhar experiência. Seja um curso técnico prático ou mesmo um curso de engenharia mecânica ou engenharia mecatrônica, formação é a base de tudo. Agora, é possível um profissional ser de fato profissional sem nunca ter estudado, é verdade, ele pode ter aprendido tudo no dia a dia e ter, inclusive, sua própria empresa. O espírito empreendedor do brasileiro é um dos maiores do mundo, mas, acredite, este tipo de profissional totalmente prático, está desaparecendo bem rápido.

2) Profissionalismo

Seriedade, competência, responsabilidade, pontualidade, asseamento pessoal, sim, isso mesmo. A primeira impressão é a que fica, é um ditado muito antigo, mas que continua em alta.

Ser profissional significa antes de tudo, ser capaz de cumprir sua obrigação e entregar o prometido. Ser profissional é entregar o prometido e manter o cliente satisfeito ao ponto de solicitar seus serviços mais de uma vez.

Chamo a atenção neste ponto, existem muitas empresas que têm sempre um cliente novo, ou seja, é sempre a primeira vez, não conseguem manter um cliente satisfeito, que, por isso, não volta nunca mais.

3) Formalização

É o que dá vida a empresa e permite que ela exista de fato, fiscalmente e fisicamente. A formalização vai muito além de abrir uma empresa e ter um contador ou contabilista. A empresa precisa estar apta a emitir notas fiscais de serviços, mas precisa ter um planejamento fiscal para não pagar impostos em excesso, se é que isso é possível ainda. Tudo vai depender de como a sua empresa se enquadra, lembrando que pode ser inclusive uma microempresa ME.

Formalização também significa atender às normas trabalhistas, ambientais e de sustentabilidade.

Registros nos órgãos de classe do profissional de refrigeração e ar condicionado também podem ser necessários.

4) Atualização Profissional

Educação continuada dentro do ramo é outro pilar do sucesso. Em um mundo tão dinâmico e, sobretudo em um ramo tão agitado quanto o de refrigeração e ar condicionado, estar atualizado pode significar a continuidade da empresa ou do negócio. Portanto, saiba a hora de investir em cursos de aperfeiçoamento, isso vale para empregador e empregados.

5) Planejamento

Esse é uma dica que infelizmente o empreendedor brasileiro ainda não está habituado. Como a maioria começa na informalidade e vai aprendendo e modificando a empresa ou atividade conforme avança, planejamento muitas vezes não existe. O SEBRAE tem muitos estudos dizendo que muitas empresas fecham antes de 5 anos, e, um dos motivos mais fortes é a falta de planejamento.

Assim, se você costuma não ligar muito para estratégia e planejamento, é hora de repensar seus conceitos.

O planejamento fiscal, citado quando falamos de formalização, é o que ajuda muito uma empresa a pagar menos impostos dentro da legalidade. Portanto, é algo extremamente importante.

Em suma

As 5 dicas apresentadas podem ajudar demais e não servem somente para o profissional de refrigeração e ar condicionado, na verdade, empresas ou profissionais, sobretudo da área de prestação de serviços, devem seguir estas orientações. Existem outras, mas estas 5 dicas são as mais importantes.

Até a próxima!