válvula de expansão eletrônica

Antes de dizer para que serve, vamos falar o que é.

Em outros artigos já falamos sobre ciclo frigorífico. Pois bem, a válvula de expansão é um dos componentes fundamentais do ciclo de refrigeração. É um dispositivo de expansão que fica entre o condensador e a entrada do evaporador, e realiza 2 importantes funções:

1) Reduz a temperatura e pressão do fluido refrigerante proveniente do condensador, separando, portanto, o lado de alta pressão do de baixa pressão.

2) Garante que na entrada do evaporador haja somente fluido refrigerante líquido, na quantidade (vazão) e velocidade suficientes para a evaporação completa.

Assim o fluido refrigerante vai se tornar vapor no evaporador a uma temperatura baixa o suficiente para trocar calor com o ar ambiente (se for expansão direta) ou outro meio (expansão indireta – ex. água gelada).

No condensador o fluido vai condensar a uma temperatura suficientemente alta para trocar calor com o ar externo ou água de condensação circulante.

Fechando a definição e a função de uma válvula de expansão, lembro que um dispositivo de expansão não precisa ser necessariamente uma válvula. Pode ser, um orifício, placa, tubos capilares, entre outros. Mesmo entre as válvulas existem vários tipos: Eletrônica automática, termostática, termoelétrica etc.

Porque válvula de expansão eletrônica?

É comum ouvirmos cada vez mais sobre válvulas de expansão eletrônica. O motivo principal é a eficiência se comparada com as válvulas mecânicas. O controle e ajuste são muito mais precisos, o controle do fluxo de fluido refrigerante para o evaporador é preciso, sem vazamentos, assim, o superaquecimento (no modo resfriamento) ou subresfriamento (no modo aquecimento) são precisos.

Válvulas de expansão eletrônicas contam com a inteligência da análise computacional, e isso reduz desperdícios. Válvulas de expansão eletrônicas podem ser integradas ao sistema de automação de uma empresa e assim, facilitam as manutenções corretivas, as paradas programadas, tudo isso contando com dados estatísticos.

Qual a importância da válvula de expansão eletrônica em um Split Inverter?

Muitos Split do mercado ainda utilizam tubo capilar como principal dispositivo de expansão. Não é o caso da Daikin, que utiliza válvulas de expansão eletrônica em todas as suas linhas, inclusive já há muito tempo que deixou de usar o fluido R22 e passou a utilizar o R410A. Mas a Daikin como de costume sai na frente, um novo fluido refrigerante, o R-32, já está disponível em um Split Daikin, confira clicando aqui.

Mas voltando à válvula, já é possível concluir que válvula de expansão eletrônica + compressor inverter formam uma dupla muito eficiente.

Em alguns produtos, tais como o VRV Daikin, estes dois componentes trabalham harmoniosamente e sincronizados, se o compressor acelera a válvula abre mais deixando passar mais fluido refrigerante, se o compressor desacelera, ocorre o oposto, e assim é o tempo todo.

Em Split Inverter, como o da linha Advance Daikin, não é muito diferente, já que também utiliza válvula de expansão eletrônica e compressor Inverter com as tecnologias Swing e Neodymium, clique aqui e entenda.

Esperamos ter respondido para que serve e porque é importante a válvula de expansão eletrônica em um split inverter.

Da próxima vez que for comprar um split, não leve em consideração apenas o preço, verifique o tipo de dispositivo de expansão e também o tipo de compressor, vai valer a pena!