Fluido refrigerante HFC 32 e R410a

A Daikin foi a primeira empresa no mundo a utilizar o HCF32 ou simplesmente R32. Não se trata de um fluido novo, a Daikin já trabalha com equipamentos com este fluido no Japão desde 2012 e recentemente lançou no Brasil o Split High Wall de 32.000 BTU/h.

O HFC-32 ou R32 é um fluido refrigerante que aborda uma série de considerações ambientais de forma equilibrada. Após muitos testes a conclusão foi de que o R32 é o refrigerante mais equilibrado e adequado em termos de Impacto ambiental, eficiência energética, segurança e custo/benefício quando aplicado a condicionadores de ar e bombas de calor.

Assim, a Daikin aposta no R32 para substituir o R410A e vem trabalhando e investindo fortemente neste sentido. Palavra de quem não só fabrica e vende o R32 no mundo, como também presta assistência técnica a alguns países e coopera intensamente com governos e órgãos internacionais.

As principais diferenças entre o R32 e o R410A

1. O R410A (introduzido em 2006) é o refrigerante mais utilizado hoje em dia. No entanto, a busca constante de melhores fluidos no que se refere ao impacto ambiental, nos leva a apresentar ao mundo o R32, cujas principais diferenças estão listadas conforme abaixo:

2. O R32 é um refrigerante 100% puro. Portanto, sua reciclagem e reutilização torna-se bastante fácil. Ironicamente o R410A é uma mistura do próprio R32 com R125. Sendo uma mistura, já não é tão fácil de reciclar ou reutilizar.

Ambos os fluidos têm impacto zero na camada de ozônio, mas, o impacto sobre o aquecimento global ou Potencial de Aquecimento Global (PAG) é 1/3 do R410A.

3. O R32 tem uma eficiência energética maior que o R410A, requer menos volume de refrigerante por cada kW, ou seja, tem uma densidade muito menor, o que requer menos refrigerante.

4. O R410A não é um fluido inflamável. O R32 é um fluido de baixa inflamabilidade e toxicidade, classe 2L. O R410A é classe 1 L, não inflamável. É uma classificação da ASHRAE34 e IS0817.

5. O R32 tem uma capacidade volumétrica melhor do que o R410, isso pode resultar em tamanho menor da tubulação frigorífica, diâmetros menores, aumentando a eficiência.

A substituição do equipamento

Por enquanto substituir apenas o refrigerante de um condicionador, seja R22 ou R410A, pelo R32 não é possível. No entanto, o R32 pode vir a ser um substituto viável para o R410A. Existem algumas diferenças tais como a classe de inflamabilidade e o custo, que ainda impedem o retrofit total. Mas a tendência é que isso mude com o tempo.

No caso de trocar um split que trabalhava com R410A por um novo que trabalhe com R32, é possível manter a mesma infraestrutura frigorífica. Claro, alguns cuidados são necessários sempre, tais como a limpeza interna da linha frigorífica.

Cuidado! Estamos falando em usar a infraestrutura frigorífica de um split R410A em um novo Split que utiliza R32. Se o equipamento anterior utilizava R22, faça uma nova tubulação frigorífica!